Saint Seiya: Kali-Yuga Chronicles

Saint Seiya RPG
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Guerreiro Deus] Imer de Benetnasch

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Kali
Adm Deus
avatar

Mensagens : 139
Reputação : 0
Data de inscrição : 11/09/2010
Idade : 27

MensagemAssunto: [Guerreiro Deus] Imer de Benetnasch   Dom 19 Set 2010, 22:46

Dead Angel escreveu:
Nome: Imer
Armadura: Benetnasch, Estrela Eta
Data de Nascimento: (21 anos)
Local de Nascimento: Asgard
Local de Treinamento: Asgard
Mestre:

Aparência: a semelhança com o Mime é mera coincidencia - huahuauhauhauh
Spoiler:
 


Personalidade: Imer não se define em bom ou mal, para ele isso é apenas uma questão de ponto de vista, e a batalha entre os dois lados não passa de uma simples disputa pelo poder.

História: Imer é o irmão menos de dois filhos de uma grande familia de guerreiros de Asgard. Como tradição, o primogenito era treinado para suceder o lider da família e herdar a armadura que a gerações é passada de pai para filho. Nascendo poucos anos depois, Imer acabou como saco de pancadas para os treinos de seu irmão. Seu único momento de paz é quando está só, e tocando a lira que encontrou no depósito da grande casa em que moravam, pois além de ter que ajudar no treino do irmão, sofria como despreso do resto da família.

Aprendeu sozinho a tocá-la e sem perceber, enquanto o fazia, liberava seu cosmo. Mais e mais ele isolava-se para poder tocar sua lira, procurando lugares onde não seria incomodado. Até que, em uma noite, seguida de um dia de tempestade, Imer escuta a melodia que ele mesmo compôs, porem, ele não a estava tocando. Seguindo o som, foi distanciando-se cada vez mais de sua casa, até chegar a uma ruina, e no centro dela uma armadura. Facinado, ele aproximou-se e antes que pudesse encostar nela, ela elevou-se e em seguida vestil Imer. Meio sem entender ainda o que acontecia, ele começa a dedilhar a lira que acompanhava.

Por um grande periodo ele manteve isto em segredo de sua família, descobrindo e treinando suas abilidades com a armadura Benetnasch, Estrela Eta; até a noite em que seu irmão finalmente realizaria a serimonia oficial em que herdaria a armadura de seu pai, alguns dias após a morte do mesmo, por causas naturais. Nesta noite, ele arrumou-se e calmamente saíu, vestindo a sua armadura. Enquanto caminhava, tocava sua lira. Era como uma despedida.

No meio de seu caminho, um dos guardas o aistou e acionou o alarme, causando um alvoroço, pois pensavam que a armadura da família tinha sido roubada. Foi então, que cercado de soldados e outros cavaleiros que vieram prestigiar a cerimonia, Imer executou sua primeira técnica, a introdução do Requiem, e calmamente saíu do lugar. O que muitos não entenderam, pois ningém o atacou ou falou alguma coisa, simplesmente o deixaram ir sem problemas.

Contudo, ele tornou-se famoso graças ao orgulho ferido do novo lider de sua família, que enviou diversos assassinos e cavaleiros para matá-lo.

Tempos depois do ocorrido, Imer recebeu a visita d@ representante de Odin na Terra, que o informou do motivo pelo qual ele recebeu aquela armadura. Para ele, foram apenas argumentos para que ele a servisse, além do reconhecimento de seu poder. Como não queria problemas e pareceu claro para ele que poderia viver como queria, aceitou, mas não jurou lealdade. O que lhe rendeu também a fama de não ser confiável entre os outros Guerreiros Deuses


Vantagens e Desvantagens:

Fama: Anjo morto, pois tem a beleza de um anjo e a inexprecividade e quase a palides de um difunto. Ninguém vivo o viu em combate, mas conta-se que quem foi tirar a prova, nunca retornou. Os mais sábios preferem não testar, e os mais tolos sempre o procuram, além dos poucos a procura da fama por telo derrotado. Também é visto com desconfiança pelos outros Guerreiros Deuses (dive história)

Devido a sua abilidade, consegue movimentar-se, falar, e até esquivar-se de ataques mais simples enquanto toca sua lira.

Orgulho: podendo ser uma vantagem ou desvantagem, dependendo da situação.


Técnicas: Em geral, as técnicas podem ser usadas tendo como base a " Requiem- Introdução", porem, algumas podem ser executadas separadamente.

Nome: Requiem - Introdução

Tipo: Suporte/Defesa -5
Descrição: Uma sensação de paz invade os seres vivos (humanos, animais, plantas, etc...) apagando a vontade de combater, acalmando o espirito de luta.
Ponto fraco: O efeito acaba com a música, ou seja, se for interrompida, o efeito também é.

Nome: Requiem - 1º Ato, Raio de Luz

Tipo: Ataque -4
Descrição: Enquanto toda, em uma fração de segundo, ele ataca com vários feiches de luz na direção do alvo ns velocidade da luz. Como durante o ataque o som ainda está se propagando, o efeito ainda continua. Este ataque pode ser utilizado isoladamente, sem que o cavaleiro esteja tocando o instrumento.
Ponto fraco: A sequencia dos raios é sempre a mesma..

Nome: Requiem - 2º Ato, Ilusão

Tipo: Suporte/Defesa -5
Descrição: A frequencia da música cria a ilusão de que existem vários dele. O efeito da técnica "Requiem - Introdução"
Ponto fraco: O efeito acaba com a música, ou seja, se for interrompida, o efeito também é.

Nome: Requiem - 3º Ato,
Tipo:
Descrição:
Ponto fraco:

Nome: Requiem - Final
Tipo:
Descrição:
Ponto fraco:

Atributos:
HP: 25
Cosmo: 20

Vigor: 5
Força: 3
Agilidade: 7
Sabedoria: 5
Destreza: 10
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sschroniclesrpg.forumeiros.com
 
[Guerreiro Deus] Imer de Benetnasch
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» RESOLVIDO GRAÇAS A DEUS
» [Fanfic] A vida de um deus.
» Fanfic - De Deus A Semideus
» Virus meu deus to cagando de medo ake
» Reclamação de um deus revoltado.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya: Kali-Yuga Chronicles :: As crônicas de uma era em crise :: Vagas e Testes :: Guerreiros Aceitos-
Ir para: